quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Carro de R$ 10 milhões é o mais caro do Salão do Automóvel

(Foto: Raul Zito/G1)
Durou pouco o reinado do Bugatti Veyron como o carro mais caro do Salão de São Paulo. O modelo, que custa R$ 7,7 milhões e até esta terça-feira (26) ostentava o título, perdeu para o Pagani Zonda R. O superesportivo foi anunciado à imprensa no segundo dia do evento com o preço de R$ 10 milhões pela importadora Platinuss. Apenas dez unidades foram produzidas e o Brasil recebeu o sétimo exemplar, que ainda espera por um dono.

O carro de competição – ele não está homologado para circular nas ruas – quebrou na pista de Nürburgring, na Alemanha, a antiga marca estabelecida há três meses pela compatriota Ferrari 599 XX. O Zonda R percorreu os 22 km do circuito em 6 minutos e 47 segundos (marca que está estampada nas portas), ante os 6 minutos e 58 segundos da ‘macchina’ italiana.

De acordo com a fabricante, o motor AMG Mercedes-Benz de 750 cavalos empurra o modelo da italiana Pagani de 0 a 100 km/h em apenas 2,7 segundos.
Carro sueco de R$ 6 milhões
A Platinuss apresentou também no Salão outro carrão milionário, o Koenigsegg CCXR E100 Platinuss Special, feito pela marca sueca especialmente para a importadora e que está à venda por R$ 6 milhões. Sob o capô está um motor V8 4.7 feito para beber 100% de etanol no país. O bloco bicombustível ganhou 82 cavalos de potência e gera agora 1.100 cv.

(Foto: Raul Zito/G1)
Os números permitem que a aceleração de 0 a 100 km/h seja feita em 2,9 segundos e que o modelo atinja os 415 km/h.
Outro destaque da empresa foi o holandês Spyker C8 Aileron Coupé, que foi mostrado apenas como versão conceitual. O motor é um Audi V8, totalmente em alumínio, com 400 cv. Os preços irão variar de R$ 990 mil a R$ 1,2 milhão, dependendo da configuração.

 Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é muito importante!

:a :b :c :d :e :f :g :h :i :j :k :l :m :n :o :p