quinta-feira, 23 de setembro de 2010

A sabedoria dos Paralamas

(foto divulgação)
Já são quase 30 anos juntos, passando por altos e baixos, situações difíceis, superações e momentos especiais. Qualquer semelhança com um casamento, não deve ser mera coincidência, já que os integrantes de uma banda permanecem juntos em ensaios e viagens, às vezes, mais tempo do que ficam em casa. E é nesse caminho que seguem os Paralamas do Sucesso.

Já que uma das grandes questões da humanidade é o segredo de um casamento feliz e de sucesso, João Barone, baterista do grupo, revela que a fórmula para o relacionamento duradouro do trio é simples: "Amor pela música, pelo que a gente já fez e ainda faz. Isso é a base de tudo", observa.

Esse amor citado por Barone foi o responsável pela recuperação de Herbet Vianna após o acidente em um ultra leve, em 2001. Vale lembrar que, após retomar a consciência, o vocalista tratou de recomeçar a cantar e a tocar. Meses depois, voltou aos palcos com a mesma energia de outrora, característica esta marcante do Paralamas. "Sem dúvida somos uma banda de estrada que grava álbuns quando tem assunto. Estar na estrada para nós é fundamental", comenta Barone, sobre o prazer de passear por palcos de todo o Brasil.

Após o período de recuperação e readaptação de Herbert, que se refletiu nas composições, o Paralamas ressurge com um novo álbum mais leve e mais "alegre", que parece caracterizar a nova fase. "Brasil Afora" é um retrato de um grupo mais à vontade com a novas condições e que abriu os olhos para caminhos mais leves.

"Nossas letras contam um pouco da nossa história pessoal sim. O Herbert sempre se inspira no que acontece ao redor dele para compor, isso é uma marca própria e parte da nossa história. E assim, quando a gente vê, estamos chegando nos 30 anos de estrada", reflete o músico.

Com bagagem o suficiente para avaliar a música brasileira, Barone observa também os novos grupos, os novos rumos do rock nacional. Ao tocar em festivais, como o Ceará Music por exemplo, é comum as bandas assistirem às apresentações de outros grupos e conhecerem os novos sons que estão surgindo. "Algumas vezes, é inevitável ouvir as coisas novas, bandas e artistas que estão começando, mas hoje em dia é muita gente fazendo muita coisa, algumas batem legal, outras não", comenta o baterista.

Sem citar nomes, mas notadamente avesso aos fenômenos teens atuais (que estão, inclusive, levando todos os prêmios recentes, principalmente aqueles votados pela audiência), Barone reflete sobre os rumos do rock, com a sabedoria de quem já passou por três décadas de fases da música. "Às vezes, nos sentimos meio defasados com as novidades, mas não somos ´vítimas da moda´. O Bi, por exemplo, detesta moda...", deixa no ar.
Ceará Music
A apresentação do Paralamas do Sucesso no Ceará Music promete ser especial. O trio será responsável pelo encerramento do evento e prepara uma festa com convidados ilustres para comemorar os dez anos de festival. "A surpresa da nossa apresentação ficará no encontro com nossos convidados. Iremos apresentar o melhor do Paralamas", diz.

No palco, artistas que se apresentarão no dia anterior ou horas antes, sobem novamente para prestigiar esse momento com Herbert e sua turma. É o caso de Capital Inicial, Pitty, Los Hermanos e Natiruts. Mas não para por aí, já que outros queridos da música nacional devem vir somente para participar desse momento, como Frejat, Tony Garrido e Fernanda Abreu. Será uma grande festa!

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é muito importante!

:a :b :c :d :e :f :g :h :i :j :k :l :m :n :o :p