sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

MEC comprará 600 mil tablets para escolas




(FOTO: DANIEL TEIXEIRA/AE)

SÃO PAULO – O ministério da Educação anunciou que lançará neste ano um programa para distribuir tablets em escolas. O novo ministro da Educação, Aloizio Mercadante (que deixou a pasta de ciência e tecnologia) planeja comprar 600 mil tablets para distribuir entre os professores. “Na educação, a inclusão digital começa pelo professor”, disse o ministro.

O governo já definiu características básicas dos tablets: eles terão tela de 7 ou 10 polegadas, bateria com duração de 6 horas, peso máximo de 700 gramas e câmera e microfone. Eles custarão R$ 300 (o de 7 polegadas) e R$ 470 (o de 10 polegadas).

Os tablets também virão com conteúdo pré-definido — a ideia é que o eqipamento dê acesso à revistas pedagógicas, livros e jornais para ajudar na preparação das aulas. Aloizio Mercadante acha os tablets “mais amigáveis” do que computadores comuns.

O investimento será entre R$ 150 milhões e R$ 180 milhões. O governo também quer comprar lousas interativas e computadores.

A compra dos equipamentos, porém, começará a ser feita sem que a análise do programa Um Computador por Aluno esteja completa. O programa, criado em 2005, chegou a apenas 2% das escolas do País — e não há estudos sobre o impacto disso no aprendizado dos alunos.

Fonte: Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse sua opinião, ela é muito importante!

:a :b :c :d :e :f :g :h :i :j :k :l :m :n :o :p